quarta-feira, 20 de agosto de 2008

Motivados Por Um Pacto


Gn 15
Constantemente conhecemos histórias de pessoas que conseguiram chegar mais longe na vida por causa de algo que o mantinha esperançoso. É o caso de
- Deus é um Deus de Pactos: Já no início ele faz um pacto com o homem
- Noé - arco íris.
- Existia um pacto de sal

Transição: Discorrer o texto:
- Chega um momento na vida de Abraão que passam momentos de dúvidas no seu coração.
- Não é de criticarmos a atitude de Abraão. Ele estava esperando há muito tempo.
- E agora Deus aparece a ele e refaz a promessa.
- mas essa promessa prossegue, seguida de um pacto. Um ritual, dizendo, depende de mim somente que se cumpra.
- Diz o texto que Abraão creu...
Como sabemos que Abraão creu nesse pacto?
Através das suas atitudes.
É assim que Deus espera que eu e você caminhemos nesta terra.
Mostrando através das nossas atitudes que estamos seguindo dia a dia em direção as promessas de Deus. Isso se chama fé.
- Quando caminhamos em direção as promessas de Deus
- A fé

I) Uma vida de fé nos leva a fazermos grandes mudanças (4-5).
- isso tem a ver com compromisso.
- aqueles que tiveram uma experiência com Deus, não conseguem permanecer como está.
- Mudanças tremendas começam a acontecer na sua vida.
- Porque nós queremos.
- Não há quem suporte viver um cristianismo frio hipócrita e de aparências nesses dias.
- A fé nos leva a assumir um compromisso com Deus.
- Compromisso: algo em extinção nesses dias.
- As pessoas não se comprometem com o emprego. (Messias Nova América).
- Pessoas não se comprometem com seus votos matrimoniais.
- Hoje em dia a Palavra chave é temporário: Professor temporário,Pastor temporário, Empregado por temporada.
- Estamos levando isso para a Igreja.
- Mas o texto diz que a experiência com Deus foi tão forte que ele não conseguiu permanecer como estava.
- Deus havia falado com ele.
- Ele não estava indo em direção á uma promessa vaga.
- os sinais de Deus estavam evidentes, a promessa de Deus era real.
- Deus caminhava com ele.
- Todas as vezes que ele olhava para o seu redor, e tribulações vinham contra ele, ele se lembrava de uma aliança que Deus havia feito com ele. E isso se caracterizava pelas palavras que Deus havia dito no dia do pacto.
- Eu sou o teu escudo e seu galardão.
- Apegue-se ás promessas de Deus a você e realize grandes mudanças na sua vida.

II) A Vida de Fé nessa aliança nos leva á nos movimentar.
- Você consegue crer nessa aliança que Deus fez com você?
- A Bíblia diz que Abraão creu.
- E essa atitude de crer levou-o a vencer a estagnação, a fraqueza e a adversidade.
- Uma vida de fé não nos leva a estagnação, mas ao crescimento.
- Olhe o exemplo de Abraão: os verbos referente a sua vida são: ele partiu, chegou, atravessou, passou dali e seguiu dali.
- Deus o manteve em movimento para que a sua fé na aliança com Deus não morresse quando se deparasse com os novos desafios.
- Preste atenção: o cristianismo confortável é o oposto da vida de fé.
- queremos o conforto e estamos propensos a querer isso para nós.
- Mas a aliança de Deus com você, nada tem a ver com conforto e sim com compromisso.
- caminhe em direção á promessa de Deus hoje. Mesmo que isso pareça um absurdo, mesmo que o corpo não agüente. Continue.
- é a única coisa que Deus te pede: creia, tenha fé, sou eu quem estou selando esse pacto com você.
- Mas esse ir e vir de Abraão não é um movimento desordenado.
- Gn 12:8- diz que ele invocou o nome do Senhor.
- Onde ele armava a sua tenda, ali também ele armava um altar a Deus, e invocava o nome do Senhor!
- Creia, você consegue crer?
Conclusão:
Ele creu.
- Ao ponto de Deus pedir o seu próprio filho, e ele entregar.
- Estar aliançado com Deus é colocar o que é de maior valor nas mão de Deus.
- Cumpriu- se a promessa, porque ele creu.
- A garantia de salvação da sua família, depende disso crer, continue crendo e indo em direção a promessa de Deus.
- O sangue de Cristo é o sinal que nos garante a vitória.
- Todas as promessas oferecidas na cruz, são suas através da fé.
- Creia!
- É hoje.
- Continue marchando em direção as promessas de Deus!

Pr. Fábio Ramos

Nenhum comentário: