terça-feira, 28 de outubro de 2008

O TABERNÁCULO E A PROPÓSTA DE DEUS PARA A VIDA CRISTÃ

Estudo Ministrado na IPR de Vila Cláudia- Assis-SP-
2ª Festa dos Tabernáculos
26/10/2008
Êxodo 40:1-38



Festa dos Tabernáculos: Sucá, ou Sucot: Significa: cabana, tenda ou uma construção frágiu e temporária. Festa esta muito importante na vida do povo de Deus que Marcava o final ou o encerramento das colheitas. Mas muito mais do que isto: lembrava o período que eles foram libertados do Egito, do poder da opressão para caminhar por 40 anos no deserto na inteira dependência de Deus.
- Essas cabanas frágeis e temporárias, era e é o retrato de como deve ser a nossa própria vida: dependente do Senhor como eles foram no deserto.


- Estar numa suká é recordarmos que um dia também fomos prisioneiros, e fomos libertos por Jesus ungido de Deus.


- Estudar o Tabernáculo é entender qual o caminho à seguir em relação a nossa vida com Deus. - Estamos em Crescimento,ou estamos acomodados numa única posição desde o início da nossa caminhada com Cristo?


- Hoje teremos a oportunidade de ver e avaliar nossa posição em relação ao tabernáculo( Moisés e o Espiritual) e o que é necessário fazermos a fim de que possamos crescer e alcançar a plenitude em nosso relacionamento com Deus.





Partes que compõem o Tabernáculo-e os requisitos propostos para a caminhada cristã





- O tabernáculo como o homem é composto de 3 partes vitais:


- No homem: Corpo, Alma e Espírito.


- no tabernáculo: Pátio Externo, Lugar Santo e o Santo dos Santos ( o estágio máximo da presença e intimidade com Deus).


- Quando o Tabernáculo era montado, nas paradas do povo de Deus, era montado de dentro para fora do lugar da intimidade para o exterior, (do santo dos santos para o pátio), isso prefigura o tratamento que Deus realiza no homem em sua conversão: Deus inicia o tratamento conosco à partir do nosso interior do nosso Espírito. É o nosso espírito que nos leva a ansiar uma comunhão com Deus. É esse espírito que está em ligação com o Espírito de Deus nos fazendo crer que somos filhos de Deus.


- Já após a conversão, no processo de Santificação e crescimento, a nossa caminhada em direção à Deus é feita de fora para dentro: tipificada na pessoa do sumo sacerdote que entrava no tabernáculo uma vez ao ano á presença de Deus.


- Essa caminhada tinha início no pátio externo até o interior do tabernáculo. Indicando uma progressão à presença de Deus.


- Todos nós queremos aprofundar na intimidade com o Senhor.


- Se esse for o seu desejo: você terá que seguir alguns passos simbolizados no Tabernáculo.





Pátio: Átrio.


- Era o lugar externo do tabernáculo. - totalmente descoberto.


- Exposta às intempéries do tempo. (sol, ventos, chuvas).


- É o primeiro local que estamos,ou estivemos na presença de Cristo,as primeiras experiências: muitos ainda estão ali, o que não devia acontecer.


-Porque ainda que fundamental essa primeira experiência, é parcial.


- Não é profundo ao ponto de nos impactar. Não produz firmeza.


- É somente uma parte do caminho a ser percorrido.


- Não pare ai... ainda há um longo caminho a ser percorrido.


- Esse possuía 3 elementos: porta, altar e a pia.





- A porta: o único lugar de entrada no tabernáculo. Não podia entrar por outro lugar.


- Ficava virada para o leste, em direção à nascente do sol.


- Essa porta simboliza á única entrada para o conhecimento e uma experiência mais profunda com Deus.


- Assim,como um dia o sol da justiça brilhou na minha e sua vida ( tivemos uma experiência marcante com Deus).


- E essa experiência nos fez ver a única porta (Jesus Cristo) que nos levava à Deus. E quem não havia outro meio de chegar ao Senhor. Como diz o Ev. João 10:9- Eu sou a porta, se alguém entrar por mim,salvar-se-á, e entrará, e achará pastagem.... Ou Eu sou o caminho a verdade e a vida, ninguém vai ao Pai à não ser por mim.


- E ao entrarmos por essa porta tivemos a nossa primeira experiência com o Senhor, entramos para uma nova vida.- recomeçamos a partir do zero.


- Iniciamos uma nova caminhada, mas, agora não mais sozinhos, mas com o Senhor!!!


- Você consegue se lembrar, do dia que você entrou por essa porta?- Quais foram as experiências que Deus proporcionou pra você?


- Você consegue agradecer a Deus por isso?


- Agradeça a Deus.





A Pia: nos indica que a vida cristã, não para simplesmente na nossa conversão.


- a vida não parou na nossa conversão.


- Viver com Deus é decisão e compromisso.


- A Pia representa o batismo. Eis a resposta para a pergunta: aceitei Jesus e agora?


- Após aceitarmos a Cristo temos que consolidar nossa vida cristã testemunhando de forma plena a nossa conversão.


- A pia nos fala de limpeza.- O sacerdote não podia entrar sujo na presença de Deus.


- Ali era lavado e trocado as suas vestes por vestes limpas.


- Esse processo, ocorre conosco no batismo: somos lavados simbolicamente e publicamente dos nossos pecados.


- Romanos: 6:4 - De sorte que fomos sepultados com ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida.


- A morte de cristo nos abre o caminho para uma nova vida através do sepultamento do velho homem e o surgir de um homem em novidade de Vida.


- No ato do batismo testificamos a nossa morte e o nascimento desse novo homem que irá ressuscitar no último dia com Cristo.





O Altar: é o lugar de morte. Estar no altar de Deus simboliza que queremos que nossas própria vontade, convicções e expectativas sejam mortas para que se cumpra em nós a vontade de Deus.


- Cristo nos ensinou exatamente como viver: se for possível passe de mim esse cálice, mas que seja feita a sua vontade...


- No altar o animal era morto e queimado, e quando isso acontecia, subia um cheiro que se desprendia da vítima, e esse cheiro chegava agradável á presença do Senhor... (como com Isaque no monte, ou com um cordeiro ou com o próprio Cristo: que foram oferecido sem reclamar...


- Se você anseia viver no altar de Deus, precisa aprender a morrer todos os dias para si mesmo e buscar agradar aquele que é o doador de toda a vida.


- É no altar que morremos para vivermos a vontade de Deus...





Lugar Santo:





- É uma fase mais profunda do Tabernáculo, assim como da nossa vida: representa a alma. ( A Vida).


- É ali que passamos a conhecer a Deus não só de ouvir, e nem por dogmas.


- Mas pelo contemplar a sua natureza e grandeza.


- Ao entrar no lugar santo,o sacerdote se deparava com objetos de ouro puro, que simbolizavam a realeza e a eternidade de Deus.





A Mesa dos pães: nos fala do alimento que provem de Deus a fim de saciar nossa fome. (12 pães: segundo as tribos de Israel).- Mas, essa mesa expressa muito mais. Havia um tempo que os homens tinham fome, mas não de pão para o corpo, mas de um pão para a alma faminta. Esse pães representam o pão vivo o Jesus Cristo, o pão vivo que desceu do céu (João 6:35) que viria de Israel. E deixaria para nós a sua palavra que é alimento para todo aquele que crê.. A





Menoráh; (candelabro): representava a presença do próprio Deus e de seu Espírito. Era alimentado com óleo para iluminar o ambiente, trazendo duas figuras: o da ajuda do espírito para as conquistas espirituais e do fogo simbolizando a iluminação para as revelações de Deus através da sua Palavra... iluminando os nossos caminhos.





Altar do incenso: Representa a oração contínua e agradável à Deus. Fala das nossas orações. As verdadeiras orações dos Santos. Não segudo os seus desejos carnais, mas segundo a vontade de Deus.- É ali que suas orações são feitas em Espírito e com sentimento de gratidão como diz Filip. 1:4.


- Ali as orações não se tornam peso, e sim em prazer acompanhadas da verdadeira adoração e louvor.


- É diferente das orações feitas no pátio: lá satisfazemos à nos mesmos.


- Aqui desejamos satisfazer os desejos do coração de Deus.


- Oração contínua!!


- Deus gosta de ouvir os seus filhos.


- Nessa nova dimensão Como pai...Deus gosta de ouvir continuamente seus filhos...





Santo dos Santos: Estágio máximo da vida de um homem.


- Ali só havia a arca da Aliança e a presença de Deus.


- O lugar onde todos queremos estar.


- Na presença de Deus.


- Mas era um lugar que não era freqüentado por ninguém.


- Muito menos visto de dentro.


- Havia algo que separava o homem deste lugar.





O Véu: mesmo que uma barreira fina, mas havia.


- Com a morte de Jesus e sua ressurreição diz a Palavra que o véu do templo se rasgou de alto á baixo (marcos 15:38).


- Hoje já não há barreiras mais... para chegarmos no Lugar da Aliança ( na arca): no lugar onde ele vinha para falar... com Moisés e com o seu povo.


- Podemos entrar com ações de graças e adoração.


- Chegar a esse lugar tão esperado que é à presença do Senhor!!!


- E ao chegar ali entendemos o que ele quer de cada um de nós.





- Encontramos ali:


As Tábuas da lei: ( Mandamentos): Os preceitos do Senhor... para conhecê-lo, e conhecer a sua vontade através da Palavra.


- Quer conhecer a vontade de Deus? encontre a palavra e leia seus estatutos e preceitos.





O maná: simboliza a porção diária, mostrando-nos que cada dia na nossa caminhada por essa terra Deus nos dará a sua porção.


- O alimento do céu...se preciso for para não perecermos,seremos socorridos pelo alimento do céu.


- Não se preocupe: Deus vai suprir você!!!





Vara de Arão: fala de autoridade conferida a alguém... autoridade que é colocada pelo próprio Deus.


- Essa vara é a vara da escolha de Deus, que floresce a cada dia para a escolha daqueles que farão a sua vontade.


- Essa autoridade quando colocada diante do Senhor, ela floresce para que todos vejam que está sendo aprovado pelo próprio Deus.


- Isso representa comicionamento: não só de Pastores, mas daqueles que Deus escolheu.


- João: 15:16- Eu vos escolhi a vós e vos nomeei para que vades e deis frutos e o vosso fruto permaneça...


- Jesus estava falando de todo aquele que estava ligado nele... a videira...- Se você está ligado nele... você tem a autoridade de Deus para dar muitos frutos...


- Por isso que todo servo precisa chegar a esse lugar... santo dos santos... porque é ali que entendemos essas coisas e deixamos de sermos medíocres e meninos.





- Deus espera que possamos adquirir a maturidade de começarmos no pátio lugar exetrno, exposto às intempéries da vida. O lugar dos primeiros passos, mas que não fiquemos ali. Ele espera que caminhemos em direção ao compromisso com Ele, através do batismo (pia) e da morte contínua da nossa vontade ( Altar do sacrifício) para que possamos entrar no Santo Lugar, lugar de amadurecimento através da palavra, ( pães) e da Oração,(incenso) e descubramos lá no Santo dos Santos...o lugar da sua presença o ponto alto da comunhão com Deus, o lugar do fortalecimento (tábuas da lei), do comissionamento, (vara de Arão) e da certeza que quando estamos no centro da sua vontade, caminhando com Ele, seremos sempre sustentados de forma extraordinária...O Tabernáculo pré figura o nosso Senhor Jesus Cristo: Que nos abriu um caminho, um único caminho para chegarmos à Deus e enfim desfrutarmos da sua glória.



Que Deus nos abençoe!!!





Entregue por Júlio Assef ... e auterado Por Pr. Fábio Ramos da Silva..



Pregado na 2ª Festa dos Tabernáculos- IPR- Vila Cláudia- Assis-SP.

Nenhum comentário: