quinta-feira, 16 de abril de 2009

O ministério na ótica de Cristo: Ferramentas essenciais na Vida do Obreiro.


série de mensagens basedas no Evangelho de Marcos.

Marcos 1:35-39.


Introdução:


A vida e o Ministério de um obreiro não é fácil. As vezes beira a exaustão devido as dificuldades e necessidades do povo. Tenho visto muitos obreiros deixando o ministério por esse motivo. Segundo eles : estavam sendo sugados pelas ovelhas... no entanto, precisamos antes de tudo entendermos que o ministério é uma chamada para viver em função de.... enquanto não entendermos isso, sempre estaremos sofrendo ministerialmente. É claro que teremos os momentos de descanso. Ninguém é de ferro e o próprio Jesus parava para descanso e socialização com as pessoas (festas etc..). Mas ministerialmente falando, para não morrermos no caminho ministerial precisamos estar fundamentados em duas coisas imprescindíveis para a vida do obreiro.

Transição:


Coisas que o Próprio Jesus deixou claro naquele dia na Galiléia após a cura da sogra de seu discípulo Pedro, e nos deixa como exemplo para que a nossa vida ministerial tenha o mesmo rumo e sucesso. o que Jesus fazia para que seu ministério fosse sempre frutífero e o mantivesse motivado? Jesus entendia algumas coisas e aplicava em seu ministério 3 coisas essenciais:

I) Entenda que a prática da oração está acima da disposição e do bem estar. (v:35).


- A oração é o combustível para um ministério eficaz.
- Não se realiza nada na caminhada cristã sem oração.
- Lembro me de uma declaração de uma irmã que conheci que dizia que alguns crentes são conhecidos como “pernas finas”, não suportam o peso da tribulação e da responsabilidade na caminhada. São pessoas se estrutura espiritual.
- Visto que estamos nesta terra em busca de fazer a vontade de Deus, visto que o projeto de salvação do homem é um projeto de Deus, visto que o poder para destruir fortalezas espirituais vem de Deus. Não é lógico que temos que buscar: os projetos, a vontade e o poder em Deus?
- Tenho visto muitos líderes fracassarem em sua vida espiritual devido a falta de oração e consagração. Na maioria das vezes o motivo, segundo eles é o excesso de programações e um expediente que entra pela madrugada. No entanto, por mais que se projete (que é necessário, pois Jesus valoriza o planejamento e esses foram objetos de seus ensinos, Lc 14:28), faz-se necessário confiar que o Senhor da obra está muito mais interessado do que eu no bom andamento de sua obra na terra. Para isso, faz-se necessário oração para receber as revelações da vontade de Deus para a nossa vida e ministério. Moody dizia que ele tinha tanta coisa para fazer que era necessário passar pelo menos algumas horas da manhã para que ele fosse capaz de cumprir com todas as suas obrigações.
- A oração deve fazer parte da nossa vida assim como a respiração é essencial para o corpo.
- Essa era a preocupação de Jesus.
- Após muitas horas de trabalho curando muitas pessoas (v: 32-34), à beira da exaustão diz o texto que ele sai de manhã muito cedo para orar (v:35). Pois ele sabia que a oração era mais importante do que popularidade, ela levava a intimidade com o Pai.
- Jesus não era levado pelo povo e seus anseios. Sempre que o povo o via como um operador de milagres, ao invés de ceder a tentação da popularidade, ele refugiava-se em oração. Jesus sempre se refugiava quando o povo queria transforma-lo em um rei. Quando as coisas pareciam muito bem. Esses momentos de grandes bênçãos. Após um grande culto, onde milagres aconteceram e manifestação de Deus foi visível ao ponto de pensarmos que fomos nós que realizamos alguma coisa. Esse é o momento de orarmos também e buscarmos refúgio no Senhor. Esperando suas orientações para a nossa vida.
- Nunca se esqueça: Todo pregador é fascinado com a multidão, mas Jesus algumas vezes fugiu dela para refugiar-se na presença do Pai,por isso teve sucesso.
- A intimidade com Deus é mais importante do que o sucesso ministerial.
- Então. Nunca se esqueça de falar com o Senhor da serara...

II) Mantenha-se firme no que é prioridade.(v:38).


- Jesus estabelecia prioridades em seu ministério e isso o mantinha num propósito específico.
- Jesus acorda antes dos seus discípulos e sai para orar a sós com o Pai celestial. Logo seus discípulos acordam também e começam a procura-lo. Ao encontra-lo afirmam que havia gente procurando Jesus já na parte da manhã. E Jesus afirma que era necessário saírem para as aldeias vizinhas para anunciar-lhes a Palavra.
- Se dependesse do povo daquela cidade Jesus ficaria ali por muito tempo. E seu esforço seria para curar e libertar as pessoas dali.
- No entanto Jesus afirma a sua prioridade aos seus discípulos: não podemos perder tempo... vamos as aldeias vizinhas.
- Manter-se na visão e no propósito é que nos faz sair do que é superficial e supérfluo.
- Tem muitos Pastores e Líderes que se perdem no meio do caminho porque em algum momento perdeu o foco das prioridades.
- Batem em cima de pessoas problemáticas quando poderiam estar à procura de pessoas que realmente estão necessitadas de salvação.
- Entender as prioridades é manter-se motivado num propósito sem perder o foco e nem desperdiçar as energias no que não trará resultado.
- O próprio Jesus ensinou seus discípulos a manter o foco, Mateus 10:1-15.
- Faça um planejamento ministerial anual, mantenha-se nele e com certeza você vai conseguir discernir o que é prioridade para o seu ministério e ninguém vai conseguir te tirar do propósito.

III) O obreiro não deves subestimar o valor de uma boa pregação. (v:39).


- Jesus veio a este mundo para pregar. Deixou sua glória para trazer libertação à humanidade através da pregação.
- É pela pregação que vem a fé para a salvação (Rm 10:13-17).
- Apesar de o versículo 39 ser apenas um e fazer apenas menção de pregando pela Galiléia, no entanto essa passagem deve ter durado semanas ou meses. Pois o que indica aqui no texto é que Jesus organizou uma rota para pregação por toda a Galiléia.
- Ele deu aos seus ouvintes alimento para o corpo e para a alma.
- Jesus era criativo em seus ensinos. Sua mensagem atraía as pessoas que o acompanhava-o pelos desertos e até mesmo pelo mar da Galiléia.
- Pregar com criatividade é trazer a luz à mente humana de uma forma atraente, (Mateus 6).
- Ainda nesses dias faz-se necessário que se pregue a Palavra com criatividade.
- Vejo em muitos lugares pessoas dizendo que pregadores que preparam a mensagem antes de vir para o púlpito são carnais e não são usados pelo Espírito de Deus. Tais pessoas sobem em nossos púlpitos, abrem a Bíblia e pregam muitas vezes sem preparo algum. Isso é um desrespeito aos ouvintes que vem às nossas Igrejas esperando uma mensagem que alimente o seu interior, que traga luz às suas dúvidas e dá direção no seu caminhar.
- Que coisa gostosa é sentarmos em um auditório e ouvirmos uma mensagem que satisfaça não só os nossos anseios, mas também ao nosso entendimento.
- Boas mensagens estão escassas em nossos púlpitos nesses dias que tem priorizado poder e deixado o entendimento de lado.
- Ouvi um dia um Pastor e cantor se gabando em uma Igreja lotada de jovens que não precisava de esboço de sermão, pois a Palavra de Deus estava em seu coração. No mesmo momento me dispus a ouvi-lo para ver o que estava em seu coração. Foi quando ele soltou em sua linha de pensamento que Salomão era filho do pecado de Davi e Bate Seba. Revelou-se então a falta de conhecimento do pregador.
- Muito cuidado quando for pregar a Palavra... pois o próprio filho de Deus valorizou-a ao ponto de dedicar o maior tempo do seu ministério na prática e exposição dela. Aliar a criatividade com a autoridade dos céus é a melhor ferramenta para aguçar a pré disposição dos ouvintes para atender ao apelo das verdades do evangelho.

Conclusão:

Ser um obreiro de cristo não é fácil... pois envolve o esforço a espiritualidade e acima de tudo uma vida de comunhão com Deus. No entanto se fomos chamados para isso, precisamos entender que Deus nos ajudará a cumprir todo o nosso ministério com ousadia e autoridade. Se você deseja servir a Cristo não deve deixar de observar esses fatos: a oração precede a ação,o planejamento e o estabelecer prioridades evita o consume de energia desnecessário e a Palavra aliada a criatividade e o preparo levará os seus ouvintes não só a conquistar milagres, mas dará a eles o conhecimento das escrituras que leva a salvação e o fortalecimento para vencer dias difíceis. Se prepare para pregar.... essa é a maior arma dada por Deus para vencer o inimigo. Entenda que a nossa mente é muito falha, ore, escreve a visão como o próprio Deus disse à Habacuque 2:2-3. Simplifique-a na linguagem e conforme o entendimento do povo e com certeza você terá êxito em seu ministério com uma mensagem inteligente e de poder para vencer as obras do diabo.


Que Deus nos abençoe!!!

Pr. Fábio Ramos

IPR de Marília-SP

Nenhum comentário: